domingo, 23 de novembro de 2008

Sacrifício

Agüentou o quanto pode. No início, foi uma mudança gradual, se acostumando com ela pouco a pouco. Chegou uma hora que não conseguia mais sair sem se lembrar da dita cuja. Cada vez que saía com os amigos, sempre que ia ao cinema, ao shopping, lá estava ela em seu pensamento. Percebia que se sentia cada vez melhor por causa dela, estava mais magro, sua pele tinha melhorado muito. Realmente não se importava com os sacrifícios e com as coisas que tinha aberto mão, até aquele churrasco. Ah, aquele churrasco. Picanha no ponto, cerveja gelada, mulherada dançando em volta da piscina. Respirou fundo, pensou nela pela última vez e disse pra si mesmo: "Dane-se a dieta!"

2 comentários:

Lili disse...

Sem comentários de tão B O M ! ! !
Rossana M.

Marcus Santiago disse...

Me enganou...