quinta-feira, 31 de julho de 2008

Segredos

Por telefone, pode ter grampo. Por e-mail, pode ter algum hacker olhando. Pessoalmente, pode ter algum jornalista. Por carta, deixa provas escritas.
Muitos estranharam quando um novo som invadiu os corredores do Congresso: batidas de tambor.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Breaking News...

...foi depredada a redação da RBS.

terça-feira, 29 de julho de 2008

Blecaute

Em um piscar de olhos, havia escurecido. Chovia forte lá fora, e ela conseguia ouvir (e até sentir) os pingos caindo dramaticamente no chão.
Estava no computador, trabalhando no seu novo livro e batendo papo com seus amigos. Ficara por 5 minutos na frente do computador, esperando e desejando a volta da luz.
Pegou seu telefone celular, que apitara o último suspiro de bateria.
Sem rádio, sem TV, sem computador e telefone. Estava incomunicável e inconectável, perdida na silenciosa solidão da escuridão.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Três vezes ao dia

Depois da janta, Alfredo deita em sua cama para assistir os telejornais da noite. A cada intervalo, troca para outro canal de notícias até finalmente pegar no sono. Logo de manhã, sai da cama e vai buscar o jornal na porta de casa. Enquanto toma café da manhã, passa pelas principais reportagens. Ele pega seu casaco e vai para o trabalho, e no caminho ouve a sua rádio de notícias preferida.

Alfredo sempre sabe das últimas, e pode falar sobre praticamente qualquer coisa, mas na sala do cafezinho todos parecem evitá-lo.

Alfredo devora todas as notícias e não pára nem para escovar os dentes.

domingo, 27 de julho de 2008

Intelectual

Samuel era o cara mais informado da rua. Sempre que se reunia com os amigos, ele que passava a situação da economia brasileira e internacional, os jogos olímpicos, as definições políticas para as eleições do final do ano. Nada como dormir debaixo das edições mais atuais do jornais locais.

sábado, 26 de julho de 2008

Drogas

A capa do jornal de hoje estampa a seguinte notícia:

Travestis são presos em um motel no subúrbio do Rio de Janeiro com mais de 98Kg de Craque.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Espaço

Era dele somente dele,
ou pelo menos acreditava nisso.

Dias e dias correndo atrás com muito afinco.
Tendo as mais variáveis emoções vividas sob a necessidade do mesmo.

Eis que, por forças maiores que as suas,
não era mais o usuário daquele ESPAÇO

Tinha acabado de ser demitido!!!
Continuou atrás de outros que o suportassem.

(por Rafael B. Costa)

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Mudança de planos

Faltava espaço na agenda para todos aqueles compromissos.
Ontem: Casamento.
Hoje: Aniversário.
Amanhã: Jantar com os amigos.
Programação para a próxima semana: Aniversários, jantares, formaturas, futebol.

Agora, tem uma agenda nova.
Ontem: Dor.
Hoje: Sofrimento.
Amanhã: Angústia.
Programação para os próximos 70 anos: ???

quarta-feira, 23 de julho de 2008

cometa! pergunte depois

Era ontem e era quase hoje.
...
Depois da reforma ortográfica proto-guesa não sei mais.

A verdade é que estava sentado confortável em uma cadeira de plástico quiçá um ano atrás e tinha algo no céu blue dalgum mês passado... e isso é certo como rocha.
...
E foi ali que vi o cometa... meio que passando assim parado... penso ‘beleza, que viagem... essa estrela aí com facho a brilhar.’
(e nem foi desse jeito que pensei)
...
Mas tá, ainda tava lá e fiquei curioso e voltei pra dentro e abri meu congelador recém descongelado e sorri nada gélido pra ceva que abri.
...
Que curioso... um avião não anda tão devagar, uma estrela brilha e não deixa rastro
...
Outro dia vi no jornal (não nego que me congratulei)
Era cometa mesmo...foi legal
...
Essas e outras aventuras de ser simples
...
tão simples quanto o passar de um cometa

(por Paulo Silva)

terça-feira, 22 de julho de 2008

Challenger

Partiu.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Os astronautas vão pro espaço.

A espaçonave estava pronta para decolar. Eles estavam muito ansiosos, principalmente o mais velho, que nunca deixara a atmosfera.
-Nervoso?
-Sim, muito!
-Pronto para ir para o espaço?
-Espero que sim.
Na decolagem um problema nos tanques causa a grande explosão.
Todos morreram...
...e ninguém mais foi pro espaço.

domingo, 20 de julho de 2008

Perdido no espaço

Entre estrelas, luas e planetas,
voava em cima de uma estrela cadente.
Escapou de uma chuva de asteróides, e quando já estava bem próximo de Saturno... uma sirene tocou.
- Semana que vem continuamos o restante da matéria! Tenham um bom final de semana.

sábado, 19 de julho de 2008

Simpatia por el demonio

O relógio ja marcava tarde da noite. Milhares de seres hipnotizados movem-se seguindo gestos e uivos que ecoam de um altar dominado pelo uso e abuso de preto e vermelho.

Suava em bicas. Poros abertos, pupilas dilatadas, garganta seca. Não sentia mais seus pés. Sua alma já fora levada a tempos. Dentro de suas veias corria não mais sangue, mas um líquido latejante capaz de durar o pior dos venenos. O último acorde é tocado, a primeira lágrima escorre. Mãos no ar em reverência aos que rolarão feito pedras por toda a eternidade.

E foi assim que nosso anti-herói saiu, vivo (pero no mucho), do seu primeiro show dos Rolling Stones. (Bs As 21.02.06)

(por Rafa Farina)

sexta-feira, 18 de julho de 2008

O que a bebida não faz com a pessoa...

Depois de beber algumas, mas não todas, Eduardo saiu com cuidado da festa, dirigindo devagarinho pra não chamar a atenção. Respirou fundo e sentiu que as tonturas tinham passado. Próximo de casa, começa a suar frio: um policial faz um sinal pra ele encostar. Lei seca, bafômetro, e agora? O policial se encosta no lado do motorista, olha fundo nos olhos de Eduardo e diz:
- E aí? Quer beber alguma coisa? A primeira é por conta da casa!
"Devo estar completamente alucinado, um guarda oferecendo bebida!" Ficou ainda mais nervoso quando viu um pele-vermelha vindo na direção do carro, com machadinha em posição de ataque! Não esperou um instante e acelerou, precisava chegar em casa e tomar um banho gelado antes de fazer alguma besteira.
E lá fora, ninguém entrava na festa do Village People.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Estréia

Até que enfim chegou quinta-feira. Jovana ainda não havia escutado Guilherme. Ela esperava ansionamente por este momento, pois já havia se passado um mês desde que soubera da novidade.

O coração de Jovana batia forte. Tensa e agitada, só sussegara quando finalmente pode escutar, através do estetoscópio, as batidas do coração do pequeno Guilherme que se desenvolvia em seu ventre.

As batidas vitais de seu primeiro filho comporiam a música mais linda que Jovana escutaria em toda sua vida.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Descobri

Diz a história que Átila, rei dos Unos, depois de conquistar Roma teve uma conversa com o papa e ao sair do palácio abandonou a cidade. Nunca se entendeu o que teria acontecido nessa conversa. Pois eu sei....o Papa olhou fundo nos olhos de Átila, rei dos Unos, e disse:
- Átila... ado... ado... cada um no seu quadrado.
E Átila retornou para a Ásia Menor.

(por Alexander Goulart)

terça-feira, 15 de julho de 2008

CARTA DE AMOR

Foi SOMEWHERE OVER THE RAINBOW que me lembrei de ti,
então ocorreram-me MEMÓRIAS daquela discussão,
mas tenho certeza que DIAS MELHORES virão,
e quem sabe QUANDO A CHUVA PASSAR
eu estarei mais uma vez DO SEU LADO.
Posso ficar triste, mas sei que BIG GIRLS DON'T CRY.
Na verdade EU NUNCA DISSE ADEUS,
e SUDDENLY I SEE
que são DETALHES que fazem você tão especial,
e ONLY YOU me faz sentir assim.
Por isso ESTOY AQUI,
esperando que você OPEN YOUR EYES,
para que eu possa dizer mais uma vez que AMOR I LOVE YOU.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Sou eu assim sem você

Não queria saber de outra coisa
Desejava ficar ao seu lado para todo o sempre
Se sentia um avião sem asas, um queijo sem goiabada.
Contava as horas, achava que o relógio estava de mal.

Tava louco para vê-lo chegar.
Tava louco para ter o seu novo notebook na mão.
E retomar o pedaço que faltava na sua dissertação.

domingo, 13 de julho de 2008

Transformação

Era uma linda burguesinha. Infelizmente, as noites na balada não foram suficientes para gastar as calorias dos filés, croissants e sucos de maçã...

sábado, 12 de julho de 2008

A trilha da paixão

Rodrigo acorda pela manhã, junta seus livros, pega seu MP3, coloca-os nos ouvidos e liga no modo aleatório.

Rodrigo está apaixonado por Fernanda, e conta os minutos para vê-la na escola. Quando de repente, ela surge caminhando em sua direção. Rapidamente ele vai passando as musicas até chegar na música que o faz lembrar dela.

Ela parece estar em câmera lenta. E assim, por três minutos e meio, Fernanda vira a atriz principal de seu videoclipe.

(por Filipe Siqueira)

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Moça do Tempo

Mas que raio de amor é este?

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Não deu certo.

Era um casal de fanhos que se conheceram pela internet. Lá falavam todos os dias. Com certeza, já estavam apaixonados. Para ficar sério, decidiram trocar de telefone e marcar uma data para se encontrarem na frente de um cinema.

Mas não deu certo.

Tudo porque um disse dia 3 e o outro entendeu dia 6.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Se somos assim, não é por acaso.

Como nos casamentos medievais, ele estava prometido desde cedo para a dama de vermelho. Apesar de não ser imposto, era quase natural. Uma decisão para a vida inteira. Na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença, com chuva ou com sol, em Bagé, São Paulo ou Tóquio. Mas não. Decidiu trair a rubra prometida, e casou-se desde cedo com a mais ardente das amantes. Amante sim, pois é capaz de proporcionar os maiores gozos de uma vida inteira, mas é brutal em tempos nebulosos. Vem e vai, como se não pertencesse aos que com ela se casam. E na verdade não pertence, pois é um amor sem fronteiras, sem domínios.

Daquele dia em diante, Bob nunca mais teve certeza da vitória, mas nunca deixou de acreditar. Foi quando ganhou a sua primeira camisa do Grêmio.

(por Rafa Farina)

terça-feira, 8 de julho de 2008

Barulhos

João começou a ouvir um barulho estranho durante alguns momentos do seu dia. Ele vinha tão rápido quanto desaparecia. Uma sensação estranha, mas que a cada dia ficava mais e mais freqüente.
Achou que estava ficando louco. Era uma espécie de sininho, que vinha junto com um friozinho na barriga. Pareciam borboletas felizes dentro dele.
E era sempre quando a encontrava.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Bentinho

Não existe emoção igual a receber uma flecha do Cupido. Mas também não há dor maior do que tê-la arrancada por quem se ama. Após sangrar um rio de lágrimas, surge uma cicatriz que divide o coração entre a esperança e o desespero.
Esperança de que pelo menos um pedaço da flecha tenha ficado para voltar a preencher o espaço.
Desespero de que não haja uma segunda flecha para trazer novas alegrias.

Mas a cicatriz continuará lá.

domingo, 6 de julho de 2008

Ironia

Após 7 anos e meio o satélite seria finalmente lançado. E qual não foi a surpresa quando uma falha no sistema de combustível faria que não somente o satélite mas também boa parte da equipe fossem para o espaço.

sábado, 5 de julho de 2008

O dia em que Deus percebeu que a fala era fundamental.

O Homem das Cavernas olha para sua companheira, faz gestos e grunhidos e em segundos estão transando.
O mesmo Homem das Cavernas olha para seu amigo, faz gestos e grunhidos e em instantes estão caçando.
Ainda, o Homem das Cavernas, olha para seu filho, faz gestos e grunhidos e iniciam uma brincadeira típica daquela era, jogar pedras uns nos outros.
Depois desse momento carinhoso resolvem, juntos, irem até o lago tomar um banho. É lá que o Homem das Cavernas começa a se afogar. Desesperadamente, faz gestos e grunhidos para seu filho que esta a margem do lago. O Garoto das Cavernas prontamente olha ao seu redor e vê um longo cipó, uma vara de bambu extremamente comprida e um colete salva vidas. Mas o que ele pega mesmo são algumas pedras que ali também estavam.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Cabelo

Cansada do mesmo, Janaína foi ao salão.
- Muda tudo!! Não aguento mais!! Não quero nem ver. Faz o que você quiser. Só por favor: muda!

Fechou os olhos e colocou seu fone de ouvido. Acabou cochilando na cadeira. Ao acordar, se olhou no espelho e deu um grito:
-Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!

Procurou Mauro, seu cabelereiro para lhe agradecer, mas não o encontrou. Saiu do salão feliz da vida, e não notou que Mauro teve uma emergência e saiu às pressas. E, por isso, nem chegou a tocar nos fios de Janaína.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Modernidade

Antes de dormir, o bom menino se ajoelhou, juntou as mãos e fechou os olhos.
- Papai do Céu...
O guri arregala os olhos ao ser interrompido por uma voz firme, que diz:
- Sua oração é muito importante para nós. Todos nossos anjos estão ocupados no momento. Favor aguardar.
Ao som de harpas, o menino caiu no sono.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Apego

Lembro de um dia da minha meninice quando parei diante do retrato da nossa família: mamãe e papai exibindo seus gêmeos com orgulho numa praia qualquer do nosso litoral. Devo ter permanecido ali algum tempo, até meu pai se aproximar, me pegar no colo e me acomodar em sua cama. Sem virar o rosto, perguntei:

- Pai, por que a mamãe foi pro céu?

Respondeu enquanto apertava forte minha mão:

- Pra não deixar teu irmãozinho sozinho lá, filho.

(por Marcelo Spalding)

terça-feira, 1 de julho de 2008

Intrigante

Sentia que ultimamente tinha faltado em desenvolver a sua filosofia e pensamento crítico.

Mas como poderia saber se ultimamente faltava em desenvolver a sua filosofia e pensamento crítico?

Voltou a lavar os pratos.