sábado, 9 de agosto de 2008

Péssimo engano

Eu era ele! E o pior, tinha acabado de dormir com a mulher do outro. Aos poucos, fui descobrindo as características do meu novo eu. Ao escovar os dentes, percebi que era canhoto. Ao abrir a carteira, descobri que eu era pobre. Ao ler o jornal, verifiquei que eu era míope. Ao ver uma caixa de viagra ao lado da cama, deduzi que eu era brocha. Mas a pior parte foram as primeiras palavras que eu disse para a minha esposa quando ela acordou: -Buenos dias, mi amor...

Um comentário:

Paulo disse...


mto bom
um típico caso de síndrome meirelles