quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Eduardo e Mônica

Ele torcia pro Grêmio. Ela, pro Inter. Ele trabalhava com números. Ela, com letras. Ele caminhava. Ela pulava. Ele não bebia. Ela fumava. Ele, rock. Ela, tango. Ele, comédia. Ela, drama. Ele, sozinho. Ela também. Unidos pela solidão.

2 comentários:

Coringa disse...

Pow! Muito bom!
Bom mesmo!

Carlinha Link disse...

fuerte!
good :)