terça-feira, 28 de outubro de 2008

Abismo

Então, era isso. Não aguentava mais aquela vida. Não queria saber de mais nada. Cansado do trabalho, das contas, dos falsos amigos. Queria deixar tudo isso pra trás, e via pela frente um enorme desfiladeiro. Pensava na queda. Como seria atingir o fundo? Acordaria do pesadelo ou seria o seu fim? Será que não sairia voando como um pássaro no meio do caminho?
Fechou os olhos, abriu os braços, respirou fundo e deu um passo à frente. Sentiu um baque instantâneo. Estava vivo e finalmente encontrara um motivo para viver: uma linda paraquedista caiu dos céus em seus braços.

2 comentários:

Marcus Santiago disse...

Ei.... esse conto não vale... foi assim que conheci a Mariana... tu copiou...

Mi Wendling disse...

Ashuashuashua!!!!