sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Sexta-feira 13

"E primeiro vai estar duro, depois ficará mole e então cairá! Ha ha ha!" Acordou com a imagem de uma bruxa lhe apontando um dedo com uma verruga na ponta. E aquela frase perseguiu Diogo o dia inteiro. Sempre que olhava pra uma mulher mais atraente, aquela verruga surgia na sua mente, e ele fechava os olhos e pensava em futebol ou na crise financeira. E assim foi até a noite, quando cruzou na rua com a mulher dos seus sonhos. Pensando na maldição, continuou caminhando de olhos fechados, pensando em qualquer outra coisa. Não viu a placa. Quando deu por si, estava no chão, com a boca sangrando e um dente na mão.

Um comentário:

borboleta azul disse...

Muito, muito bom! Adorei! Tua veia cômica está cada vez melhor! hahahahahah