domingo, 11 de maio de 2008

O dom da escrita

Começou escrevendo minicontos. Os amigos adoraram e ele partiu pros contos. Um jornalista viu e chamou ele pra ser colunista. Virou a coluna mais comentada de todo o jornal. Uma editora pagou uma pequena fortuna por um livro. Na segunda semana, já era o best-seller nacional. Traduzido para 50 línguas depois de 3 meses, foi vencedor unânime do Nobel de Literatura.
Mas o discurso de aceitação foi uma merda.

2 comentários:

Rossana disse...

Rodrigo... Tu sonhou com esse mini conto??? Só pode... Hahahaha... Continuo tua fã!!!

franci disse...

esse é o sonho do rodrigo commm absoluta certeza!!!

:* também de amo cunha!